Meu filho adolescente vive trancado no quarto

-

Por mais difícil e incompreensível que essa situação possa parecer aos pais, quem nunca viu um adolescente trancado em seu quarto? É inevitável que os pais fiquem preocupados e angustiados por não saberem o que pode estar acontecendo neste espaço tão íntimo.  
 
No entanto, uma das características do período da adolescência é a oscilação no humor e comportamento.  Os jovens em alguns momentos falam sem parar, mas em outros permanecem num silêncio absoluto. Tentar saber o que pode estar acontecendo, de maneira invasiva, não respeitando seu espaço e privacidade  pode ser um equívoco, pois quanto mais os forçamos a falar, mais eles tendem a se fechar e isolar-se. 

Quando esses momentos de isolamento ocorrem, o melhor a fazer é manter-se atento, alerta e disponível para o caso de eles precisarem.  É pertinente observar as mudanças abruptas de comportamentos, expressões adquiridas e mudanças de hábitos.  Realmente, ser pais de adolescentes, não é uma tarefa fácil, tendo que lidar com suas próprias angústias, medos, incertezas, ansiedades e, concomitantemente manter-se atento, continente e sereno.  A escuta  e  o acolhimento ao adolescente deve ser livre de  críticas e julgamentos, para que o espaço afetivo e de comunicação  seja mantido  sem  o receio de que será punido e castigado.  
 
Importante lembrar que o adolescente, neste período, está buscando diferenciar-se dos seus pais em busca de sua própria identidade. Sendo assim, há momentos em que se mostra contestador e rebelde,   e em outros momentos pode se mostrar dependente, frágil e desamparado.  Um alerta… esteja presente  e seja amoroso para que esta trajetória seja vivida da melhor maneira possível. 

 

Adriana Politi | Psicóloga Clinica | Casa de Psicologia

Av.Angélica, 688 conj. 506 – Higienópolis – São Paulo

Tel.: (11) 99344-6018  e (11) 3828-3975

Compartilhe esse texto