7 dicas – Como manter a convivência saudável das crianças com os eletrônicos

-

Muitos estudam apontam que o uso excessivo de eletrônicos apresenta riscos e desvantagens ao desenvolvimento infantil. Abaixo 7 dicas para ter um controle saudável dessa situação:

1. Regras e horários: Impedir o uso totalmene é nadar contra a corrente, os pequenos já nasceram inseridos na realidade digital, mas impor regras de uso e horários são fundamentais. Faça o combinado e principalmente cumpra.

2. Desenvolva o vínculo na família: O uso conjunto dos eletrônicos entre pais e filhos pode ser divertido e permitir um maior envolvimento, o uso de jogos, vídeos e atividades em família trazem alegria fortalecem o vínculo.

3. A idade certa para a quantidade de exposição: A exposição excessiva é sempre sinal de perigo, a quantidade de tempo ideal é gradual. Até 2 anos não deveria acontecer, de 2 a 5 anos no máximo 30 minutos por dia e acima de 5 anos de 1 a 2 horas por dia, segundo a maior parte dos especialistas.

4. Seja curador dos conteúdos: Esteja sempre de olho na qualidade e teor dos conteúdos, escolha o que traga benefícios, esteja de olho na classificação de idade e censuras, fique por perto para acompanhar os pequenos.

5. Esteja sempre com o foco para a vida real: Ser criativo, investir em atividades externas, brincadeiras e troca de experiências com outras pessoas é responsabilidade dos pais. Quanto mais estímulo houver no mundo real, menos interesse eles terão pela vida digital.

6. Não use os eletrônicos para seu próprio comodismo: Muitos pais “deixam” os filhos na TV, tablet e celular para terem momentos de descanso, fique de olho nesse tempo. Aproveite para criar outras atividades, como pintura, brincadeiras que eles possam fazer sozinhos para revezar com o eletrônico enquanto você desfruta seu banho ou jantar.

7. Seja o exemplo: Se você deseja controlar o uso dos eletrônicos dos seus filhos, seja o exemplo. Não adianta colocar regras se você fica o tempo todo no celular ou na TV, deixar espaço para a convivência familiar faz parte do jogo, olhe para seus próprios exageros e reveja seus próprios hábitos.

 

Fernanda Tonon | Psicóloga, coach e facilitadora de workshops de orientação vocacional e carreira. Atua na área de transformação digital e inovação com palestras e vivências para empresas, escolas e famílias. Mãe do Leonardo de 5 anos.

Celular: (11) 99734-2302. E-mail: fetonon@hotmail.com

 

Compartilhe esse texto