7 Dicas para Receitas Mais Saudáveis

-

Meninas, muitas vezes encontramos algumas receitas super gostosas e com uma cara ótima mas com ingredientes não tão naturais, muito industrializados e na maioria das vezes ricos em gordura e sódio.

Eu tenho o hábito de modificar todas as receitas. Como no meu trabalho entrego cardápio com receitas para as minhas pacientes, gosto de sugerir comida gostosa e não aquelas sem graça, então muitas vezes pego uma receita e transformo inteira, claro que testo todas na minha cozinha antes de sugerir. Já tive que fazer algumas umas 5 vezes até dar certo, mas aprendi muito com isso. Então aqui vão algumas dicas de pequenas alterações, que vão deixar as receitas tão deliciosas quanto na versão original, mas de uma maneira mais saudável.

1. Açucar Branco: o açúcar branco e refinado não carrega quantidades significativas de nutrientes e ainda recebe aditivos químicos no seu processo de industrialização. Substitua pelo mel, melado ou rapadura ralada. Por serem mais doces, fazem com que a necessidade de excessos diminua. É uma maneira simples de substituir o açúcar refinado e ainda agregar valor nutricional a sua alimentação.

2. Chocolate em pó ou achocolatados: substitua pelo cacau em pó. Assim você tem menos aditivos químicos e açúcar e mais sabor e cor, além dos nutrientes naturais do cacau. Se você achar que está amargo, adoce com mel, melado ou rapadura até se acostumar ao novo paladar.

3. Margarina: No processo se fabricação da margarina há a hidrogenação do óleo, o que gera a gordura trans, essa gordura é muito maléfica para a saúde, muito mais do que a gordura saturada. De um tempo para cá algumas marcas não estão mais usando a gordura trans hidrogenada, mas o problema é que não sabemos como ela foi retirada, então ficamos sem saber se o processo é confiável ou não. Troque pela manteiga que além de ser mais saudável é mais saborosa. Você também pode trocar pela gordura de coco ou azeite extra virgem.

4. Óleos Vegetais Refinados: Quando a receita pedir óleo refinado, substitua por óleo ou gordura de coco, ghee, manteiga de garrafa ou, no caso de saladas e outros preparados frios, use o azeite de oliva extra-virgem.

5. Farinha de Trigo:  farinha de trigo integral possui quatro vezes mais fibras e tem maior concentração de potássio, magnésio e zinco. Mas cuidado ao substituir, a farinha de trigo integral é mais densa e pesada do que a farinha branca tradicional. Para produzir massas assadas com a mesma textura das produzidas com farinha branca, você precisará diminuir a quantidade de farinha integral. A regra é substituir 1 xícara de farinha branca por 3/4 de xícara de farinha de trigo integral.

6. Sal Refinado: substitua pelo sal marinho, que pelo fato de não passar pelo processo de refinamento mantém os microminerais, que geralmente são removidos durante o processo de refinação. Mas não vale colocar o dobro, já que o sal marinho é menos salgado.

7. Caldos prontos/industrializados: esses produtos são ricos em glutamato monossódico, um aditivo que realça o sabor dos alimentos e por isso é utilizado em quantidades incríveis na fabricação de uma diversidade de comidas processadas e industrializadas. Um veneno! (um dia faço um post contando porque tudo que contém o glutamato deveria ser proibido). Use caldos caseiros, feitos em casa. Você pode fazer e congelar em cubinhos de gelo, depois de congelado colocar todos em um saquinho e ir usando aos poucos. Esses caldos são ricos em vitaminas e muito saudáveis, além de proporcionarem um sabor delicioso a qualquer prato.

Além disso, ainda tem o queijo ralado. Queijos que já vem em pacotinhos ralados costumam conter aditivos para que seu gosto não se altere. Compre o queijo e rale você mesma.

Michelle Fischer | Nutricionista

E-mail: michellefnutri@hotmail.com

Compartilhe esse texto