Iogurte Caseiro

-

O iogurte é um alimento excelente! Rico em proteínas, vitaminas, minerais, fósforo e, principalmente, cálcio. Um leite fermentado produzido a partir da adição de lactobacilos, tipo de bacteria benéfica.

Esses microorganismos utilizam o açúcar do leite (lactose) para produzir energia e se proliferar e eliminam ácido láctico, substância que aumenta a acidez da flora intestinal e inibe a proliferação das bactérias nocivas. Os lactobacilos são resistentes ao ácido gástrico e à bile e, por isso, chegam ao intestino.

Para o preparo do iogurte caseiro é preciso “azedar” o leite e isso faz com que os probióticos  (bactérias benéficas conhecidas como lactobacilos e bifidobactérias) se proliferem no alimento. São elas que colonizam a flora intestinal, auxiliam na regularização do intestino e melhoram a defesa do organismo. Todos os iogurtes têm essa função, mas o caseiro possui mais probióticos do que as versões industrializadas.

Gosto de preparar em casa e evitar os industrializados, pois assim tenho certeza que não terá aditivos químicos, conservantes e açúcar. Acho que nem preciso dizer o quanto isso é bom!!

Na minha casa não pode faltar! As crianças adoram e comem todos os dias, no café da manhã, no lanche da tarde ou antes de dormir. Como consomem em grande quantidade me sinto bem mais tranqüila oferecendo a versão caseira. Consumimos de várias maneiras, com mel, com cereal, batido com frutas, com gelatina, com oleaginosas, em algumas receitas (substituindo outros ingredientes), etc, etc….

Como faz parte do grupo de lácteos, seu consumo diário não deve ultrapassar três porções, somando a outros alimentos como leite e queijos.

RECEITA – IOGURTE CASEIRO

2 litros de leite integral

2 potes de iogurte natural

Ferver o leite e deixar esfriar por 30 minutos, tirar a nata e misturar com os potes de iogurte. Colocar em uma vasilha bem fechada, embrulhar com um pano e guardar no fogão ou armário por 6 horas. Tirar e colocar na geladeira. Consumir após 3 horas.

Quando o iogurte caseiro estiver quase no final (faltando 1 copo e meio para acabar), usar este para fazer novamente a receita. E começa tudo de novo (não há mais necessidade de comprar o iogurte pronto).

Só fique atento à validade: a indicação é consumi-los em até três dias, já que são isentos de conservantes.

É importante lembrar que pessoas que apresentam intolerância à proteína ou açúcar do leite (caseína e lactose) não devem consumir iogurtes.

 

Um beijo,

Michelle Fischer | Nutricionista – CRN 14963

Compartilhe esse texto