O umbigo do Bebê

-

O bebê, ao passar um período de vida dentro do útero de sua mãe, é alimentado pelos vasos sangüíneos que formam o cordão umbilical, 2 artérias e 1 veia. O cordão umbilical contém, além dos vasos, uma geléia, que não deve ser retirada, pois ela é importante para evitar sangramento do coto umbilical. Logo após o nascimento do bebê, o cordão umbilical é pinçado e cortado; a pequena parte do cordão umbilical que fica no corpo do bebê é chamado coto umbilical.

A queda do coto umbilical geralmente ocorre dentro de uma semana, podendo até demorar mais dias, sem problemas.

 

Fases da cicatrização:

1a fase: O coto umbilical, nas primeiras horas após o nascimento, é branco azulado e brilhante. Ele começa a secar, a partir do nascimento do bebê.

2a fase: A partir do segundo dia, após o nascimento do bebê, o coto umbilical vai se tornando escuro até ficar totalmente preto para, então, cair.

Para evitar doenças, é necessário manter o coto umbilical e sua base sempre limpos e secos, por isso é importante seguir as seguintes cuidados:

– Lave bem as suas mãos com água e sabão antes de cuidar do coto umbilical, para evitar que os micróbios (bichinhos), que você pode carregar nas mãos, entrem no coto umbilical e causem doenças ao bebê;

– Suspenda com uma das mãos o coto umbilical;

– Com a outra mão use gazes, algodão ou cotonete molhado em álcool a 70%  em toda a sua volta (base do coto umbilical);

– Pegue outra gaze, algodão ou cotonete quando estes estiverem sujos, sempre que necessário;

– Lave também o coto umbilical com álcool a 70% (encontrado nos Postos de Saúde e farmácias ou doados pelas maternidades);

– Esta limpeza deve ser feita todos os dias (várias vezes), após o banho e troca de fraldas, até que a ferida umbilical esteja completamente cicatrizada;

– Não use gaze nem faixa para cobrir o coto umbilical, mesmo que o seu bebê tenha hérnia umbilical “caroço no umbigo”. O uso destes, não traz nenhum benefício, pois podem causar irritação, secreção e mal cheiro;

– Coloque a fralda abaixo do coto umbilical, para que ele fique sempre seco.

Se for observado vermelhidão, umidade em volta do coto umbilical, secreção e mal cheiro, entre em contato com o pediatra assistente, para que seja dado o tratamento adequado, o mais rápido possível.

Dra. Cecilia Gama Tartari  | Pediatra

E-mail: ceciliagama@tartari.com.br

Compartilhe esse texto