New Seitai e a Dra. Martelo

-

Hoje vamos falar um pouco sobre as dores, não exclusivas de nós mulheres, mas que costuma acometer muito nosso corpo, especialmente no período gestacional.

Claro que após a gestação, algumas dores amenizam ou até pioram após a chegada do bebê.

Muitas vezes não nos policiamos com relação a nossa postura ao amamentar, carregar o bebê, pegar o bebê no berço ou no solo. Esses são apenas alguns dos exemplos que podem “provocar” a dor.

Os tratamentos tradicionais disponíveis para a dor são: medicamentos, acupuntura, fisioterapia, cirurgias, dentre outros.

Uma técnica desenvolvida na década de 80 no Japão, ainda pouco conhecida aqui no Brasil, mas muito utilizada pelos japoneses, tem ajudado muitos pacientes com dores em geral.

A técnica chama-se New Seitai e embora possa ser considerada nova, sua base é bastante antiga: a quiropraxia.

Após avaliação do paciente, são feitos os ajustes com ferramentas específicas para os problemas osteomioarticulares. O alívio da dor é sentido imediatamente.

De acordo com o mestre Hideshi Goto, o pioneiro e professor da técnica, para não sentirmos dores, nossos ossos, nervos e músculos devem estar flutuando. Sensação essa que o paciente percebe ao fim da terapia.

Indicações: Dores em geral, dor causada por hérnia de disco, lombalgia, cervicalgia, dor no ciático, joelhos, ombros, etc.

Benefícios: Alívio da dor, sensação de leveza no corpo, estado de relaxamento total.

Contra indicação: Osteoporose, gestantes (contra indicação relativa, não absoluta), portadores de placa/pinos/parafusos (contra indicado somente no local), pacientes com câncer.

Claudia Moriya‎ | Fisioterapeuta, atende na Clínica Dra. Martelo, em Perdizes

Compartilhe esse texto