barra

O grande desafio: como fazer do seu filho o protagonista da alimentação e criar uma geracão de transição na qual seu filho possa cozinhar com seus netos?

Para começar, separei por idade, dizendo quais as atividades que se mostraram, pela minha experiência, mais adequadas para cada fase. Cada fase é representada por dois utensílios, que podem servir apenas para ilustrar.

Para pais e cuidadores mais animados, a criança pode ganhar esses utensílios na idade correspondente. Lembre-se de que as crianças mais velhas podem assumir todas as tarefas que foram destinadas às crianças mais novas.

Muitos pais e cuidadores têm receio de deixar as crianças entrarem na cozinha.

Realmente, a cozinha pode ser perigosa: óleo quente, água fervendo, forno, facas afiadas, raladores cortantes… No entanto, entender o processo e preparar o seu próprio alimento é algo que cada vez mais tem sido apontado como o futuro da alimentação. Para equilibrar a tensão e conseguirmos inserir as crianças aos poucos nesse universo, precisaremos de bom senso, cuidado e, acima de tudo, confiança. Crianças irão se machucar em qualquer lugar. No clube, no parquinho, na piscina. E sim, na cozinha. Um encostar de dedo numa panela pode criar uma pequena bolha. Uma criança manejando uma faca pode, sim, raspá-la no dedo e fazer um pequeno corte. Isso vai acontecer em algum momento com os pequenos cozinheiros. O que precisamos impedir é que uma panela inteira caia sobre eles, ou que usem equipamentos para os quais não estão preparados. Para isso, supervisão do adulto de perto, atenta.  O adulto deve tomar cuidados para prevenir acidentes ao mesmo tempo em que  abre espaço para experimentação.

A cozinha é um ótimo lugar para que as crianças entendam os ciclos.

Seria incrível se elas pudessem conhecer uma horta, acompanhar as compras, lavar, picar, usar, aproveitar integralmente cascas e sementes, entender a separação de lixo, o que pode ser congelado, o que pode ser reciclado e o que pode ser compostado. Quem tiver espaço pode ter em casa um minhocário, por que não?

E, mais do que isso, as cozinhas não são autolimpantes. É um presente que damos aos nossos filhos ensiná-los a limpar a cozinha, colocar e tirar a mesa e lavar a louça. Não se esqueça de incluí-los nessas tarefas também.

Cada integrante da família vai também escolher como se inserir no processo e é importante que saibamos entender, aceitar e respeitar isso. Cada personalidade vai se colocar e se expressar espontaneamente na rotina alimentar da família do seu jeito único e especial.

 

Atento

Até 1,5 ano: assistir, segurar ingredientes e utensílios, segurar algum alimento e explorar, chupar, acompanhar os cuidadores às compras.

(uma lupa e uma colher)

 

Xeretinha

De 1,5 a 3 anos: buscar ingredientes, lavar frutas, verduras e legumes, mexer ingredientes, amassar, polvilhar, medir ingredientes em copos ou colheres, usar o pincel, cortar massa de biscoito com cortadores, plantar, passar um pano na bancada da cozinha.

(copo-medida e espátula)

 

Infiltrado

De 4 a 7 anos: colocar ingredientes para pesar, cortar ingredientes moles com faca plástica (por exemplo: banana), quebrar ovo, peneirar, espalhar, empanar, colher na horta, espremer limão, preparar seu leite, montar pizza, preparar salada, abrir a massa, simular cozinhar com versões de brinquedo, cortar com tesoura, usar batedor de ovos para misturar, colocar a mesa, ajudar a limpar a cozinha, abrir latas, decorar bolos ou biscoitos, lavar louça (itens mais fáceis).

(batedor de ovos e uma tigela)

 

Se achando

8-11: cortar com uma faca pequena, bater marshmallow ou chantilly, ralar (com ajuda e supervisão), ler rótulos, ler receitas para o adulto, cozinhar no fogão, fazer lista de compras, fazer e guardar compras do supermercado, encher e esvaziar máquina de lavar louças, usar o micro-ondas, usar a maioria dos eletrodomésticos (processador, liquidificador, espremedor de frutas, panela elétrica, etc.), abrir latas, espremer alho, pesar ingredientes, fazer pães, fazer massa fresca, lavar louça, deixar panela de molho, secar louça, lavar equipamentos de cozinha.

(ralador e balança)

 

Sabe tudo

12-15: seguir receitas simples, usar o descascador de legumes, ajudar a planejar o menu da semana, fazer cortes de legumes/frutas como cubos, cozinhar na churrasqueira, marinar, varrer a cozinha e limpar tudo o que sujou.

(faca e tábua)

 

Protagonista gourmet

15+: escolher, programar e fazer o básico para a sobrevivência (arroz, feijão, purê, carne de panela, legumes no forno, macarrão com molho de tomate, peixe, ovos). O protagonista gourmet é capaz de fazer tudo que um adulto faria, inclusive faxina na cozinha, limpeza do fogão  etc.