barra

Eu não sei se isso acontece com vocês, mas por praticidade acabava sempre fazendo o mesmo programa com os meus 2 filhos. Aonde um ia, o outro ia junto, então sempre eram saídas coletivas…

Só que os gostos deles são bem diferentes então resolvi instituir um dia especial todo mês para cada um.

Exemplo: meu filho ama animais e minha filha detesta. Então, em um dia por mês eu levo só meu filho até o zoológico enquanto ela fica em casa com uma amiga.

Em uma outra oportunidade, levo ela pra fazer uma oficina que ela goste enquanto ele fica em casa com um amigo.

Descobri que esse é um ótimo jeito de me aproximar mais de cada filho e respeitar a sua individualidade. Eles adoraram esse esquema novo e se sentem especiais quando chega “o seu dia”.

Não precisa ser necessariamente um programa muito elaborado. Ás vezes só de levar a uma sorveteria é o suficiente para que eles se sintam valorizados e pode ser uma ótima oportunidade para conversar e fortalecer o vínculo.

Acredito que seja importante manter essas saídas individuais durante toda a vida para que a confiança e diálogo estejam sempre abertos.