barra

Um grande número de mulheres sente dor nas costas ou pélvicas, em alguma etapa de sua gravidez. Podem ocorrer entre o quarto e o sétimo meses de gravidez, sendo que a maioria apresentam dores na região lombar, e às vezes podem irradiar para glúteo, coxa e perna por pinçamento do nervo ciático.

As dores podem ser desde leve ou até completamente insuportáveis ao ponto de não conseguirem se movimentar.  Isto tudo ocorre pelo ganho de peso, as adaptações necessárias à postura por causa da mudança do eixo da gravidade, a pressão do feto em crescimento, além de outros níveis hormonais que também contribuem na frouxidão ligamentar e dor articular.

Pensando em como prevenir e aliviar esta dor, escrevi 7 dicas valiosas:

1. Posição para dormir: todas as vezes que mudar da posição deitada de barriga para cima (decúbito dorsal) para de lado, flexione os joelhos e vire-se em bloco, tronco e pernas ao mesmo tempo. A posição de dormir deitada sobre o lado esquerdo é ideal para liberar a veia cava inferior, veia importante para melhorar o fluxo sanguíneo e levar nutrientes para a placenta. Nesta posição procure apoiar braço e perna direita sobre uma almofada para ajudar no alinhamento da coluna vertebral;

7-dicas-2.jpg

 

7-dicas-1

2. Na posição sentada, a cadeira deve seguir as seguintes normas ergonômicas: o assento deverá ser do tamanho das suas coxas e do quadril, a altura deverá ser dos joelhos até os pés de forma que apoie os pés ao chão, deverá ser formado um ângulo de 90° no quadril, joelhos e tornozelos. Encostar o quadril ao fundo da cadeira e a coluna lombar apoiada.

7-dicas-3

 

3. Posição em pé: para quem trabalha muitas horas em pé, deverá ter um descanso, na altura de um degrau, podendo ser uma caixa ou livros, para alternar o apoio dos pés e relaxar a região lombar e pernas;

7-dicas-4

 

4. Uso de sapato correto: o salto alto é um vilão por dois motivos, primeiro porque aumenta a curva da região lombar (lordose), piora a dor, podendo ainda haver uma compressão do nervo ciático agravando o quadro; e segundo porque pode ocorrer entorse de tornozelo devido aos hormônios que causam frouxidão ligamentar (relaxina), além de propensão à queda por alterar ainda mais a linha de eixo da gravidade. O sapato deverá ser confortável, com uma altura média de 3 cm do chão ,e o pé esteja todo apoiado, desde os dedos até o calcanhar.

7-dicas-5

 

5. Abaixar-se e carregar peso: quando estamos grávidas parece que tudo cai ao chão rs. Quando pegar algo do chão, deverá flexionar os joelhos , trazer o objeto próximo ao corpo e depois se erguer. E quando levar sacolas pesadas, que seja até 10% do seu peso corporal, e mesmo assim distribuído entre os dois braços.

7-dicas-6

 

6. Exercícios como Pilates, Yoga, alongamento e até mesmo a hidroginástica são benéficos, desde que não esteja com crise de dor aguda. Se a dor persistir, seu médico deverá ser comunicado.

7-dicas-7

 

7. Posturas de relaxamento: vou passar à vocês umas posturas que auxiliam muito tanto na prevenção como no alívio das dores. Execute com roupa confortável, manter-se por 20 segundos em cada posição e faça respiração suave e profunda.

7-dicas-8

 

Nunca tome remédio por conta própria. Se for realizar massagem, procure um profissional habilitado.

 

Ilustrações: Polden, Margareth et al – Fisioterapia em Ginecologia e Obstetrícia -2005; Santos, Angela – Postura Corporal: um guia para todos – 2005.

Dra Adriana Cristina Mariano de Souza – Fisioterapeuta especialista em Dermatofuncional e diretora da Clínica Apinajés. Contatos: adrimarianofisio@hotmail.com/ cel: (11) 99585-0949