barra

Eu acho a vida muito engraçada…
Porque querendo ou não… uma hora vc é a pomba… mas na (grande maioria da vezes) vc é a estátua…
Do you know what I mean?
Tipo assim,
Cena 1:
Você, creança lynda das tia tudo da escola, está la, feliz e pimposa com seu tênis novo que pisca,ascende,apita e tem as princesas desenhadas (la em 1989 isso era fashion tsa? Muáh!) aaaaaaand cadarço do Mc Donalds quando a cola e a serragem do trabalho demo do maternal cai no sapato. No sapato TODO. A cola da MESA TODA (de umas 5 crianças)- pq mesmo as tia insistem em colocar a cola em potinhos??? Quedê tubo? Quedê tenaz? Quedê pritt???
Cena 2:
As tia tudo da escola colocam as lancheiras da sala no parapeito da janela (eu estudava numa casinha ta gente? Beijo Cambalhota!)… esta já é a 4a ou 5a lancheira do ano e estamos em março… Sua mãe avisa: “ ô desafeto, fazfavor, se quebrar essa merendeira de novo, TU FICA SEM! Tu fica sem até o outro ano!! Fica sem até o terceiro colegial!!!”
Mimimi…
Culeguinha da voadora no outro culeguinha e pá… lancheiras no chão, eu chorando que não ia ter lanche nunca mais e que minha mãe ia por fogo no meu traseiro (quote)!
Cena 3:
Todos reclamam da professora… todos reclamam do sistema, vc tem la seus 14 anos, espírito rebelde e resolve, depois de aulas e aulas de historia, absolutismo, autoritarismo, etc, que o espírito de Robbin Hood descia e numa mistura dos Macabeus com Joana d’arc, vc vai la e diz: “vou falar com a diretora” e todo mundo responde “vá!”…
Quando o pau começa a comer, e a diretora pergunta quem está com vc, nem a menina-vesga-sabuguenta que fede tatame e usa meia de nylon com tênis e short está do seu lado…

O que eu quero dizer com isso tudo (alem de que eu preciso urgente de terapia)?
Quero dizer, ou melhor enfatizar que quem nasceu p ser “c*gado” (pela pomba, lembra? Ou não tb… :D), ta marcado p ser “c*gado” a vida toda. Mas (sempre tem um mas) existe uma maneira de subir p esta casta…
Um jeito de ser o Dalit (Areban’queliê!) dazamyga tudo…
Esse jeito, é virar mãe…destaque

Mãe é uma categoria de serumano que independente da classe social, dinheiro, roupas, amigas, marido, namorado ou amante, sempre vai ser a estátua e não a pomba… não tem jeito. Você era a pomba? Nasceu bebezinho? Bééééé… virou a estatua. E por mais que vc tente, nunca mais vai ser a top das tops, ou estar na crista da onda… pq agora, tu é MÃE! Se engana quem vê essas moças da televisão falando de modas, de cabelos feitos, roupas chiques com as crias perto, dizendo que exercem 100% do tempo o papel de mãe.
Quando vejo essas coisas a única coisa que consigo pensar é “Fia, se tu ta de babyliss no cabelo as 18 da tarde de uma quinta-feira com seus filhos impecáveis nessas roupas alinhadas e arrumadas, SAINDO DE UM BUFFET INFANTIL, é pq ou vc tem um exercito de pessoas te ajudando e sua bolsa nova da gucci é fabricada pela mary-poppins (pq só assim pra caber o povo que te ajuda), ou vc é mutante, ou vc vai tomar-no-olho-do-seu-c*-como-assim-esse-serumano-platinado-mal-vestido-e-cara-rebocada-de-base-que-não-sabe-andar-de-salto-consegue? Explica sapórra ai produção!

Desculpem o descontrole… voltando…

As mães sempre se encontram em situações de onde é praticamente impossível de sair (a essência de estar “c*gada”)… tipo a nenê lindinha sentada no colo do amigo quando depois de um pum, vc vê que não foi so isso, um “pum”. Foi o NET combo completo, tv a cabo, telefone e uns 100 gb de internet sem fio. E sim, no colo do amigo (beijo Dália!)…
Ou enquanto a criança ta chorando esperneando, atirando tudo que vê na frente no chão e você entoando todos os mantras que sabe pra não joga-la no chão junto e daí a mochila ta aberta e vc não percebe e pá, cai o leite em pó. No chão. Aberto. Todo o leite do DIA…. Eu disse que isso acontece na entrada da cozinha do fraldario pop dos pops- o do shopping higienópolis na hora do almoço? – esse fraldario é tipo a Fervo- baladjeenha top.
Enfim… quando vc diz que está grávida a segunda coisa que te falam é : “boa sorte, não é fácil”  (a primeira sempre é um “mas tão novinha?” ou “vc queria?”- gente tenho assunto p muitos posts hahahahaha)…
E não é mesmo… ser mãe é foda no nível mais profundo do inferno de Dante… –principalmente quando de madrugada o nenê de 1 mes espirra sem fralda depois da mamada…
Mas o negocio é não estressar ou melhor, não deixar as pessoas perceberem o nível de loucura que vc já atingiu…
Just nod and smile…
Pq assim: você pode ser lynda, loura, fashion, rykah, ta na moda… mas se tu é mãe, seu filho sempre vai vomitar em vc…ou fazer cocô bomba, daqueles que vaza, justamente quando está no seu colo… ou subir na sua roupa depois de brincar com o gorfo (gente!) e daí amô, neste momento, as portas dos céus se abrem e eu e o resto todo de nossas culegas da profissão mais linda e antiga do mundo (não a que vcs estão pensando! Ser mãe!) te damos as mãos e um caloroso abraço de boas-vindas (isso dps de vc limpar essa sujeira toda do seu filho, pq desses fluidos, cada mãe já tem o que merece)… e você está oficialmente elevada a ser “estátua”…

Porque estátuta, apesar de tudo, existe pra lembrar que alguém importante passou por aqui… e fica viu? Pra sempre…

DaMix 😀