barra

Estamos na metade do mês de julho mas ainda há tempo de programar uma viagem de férias bem legal a dois ou com a família inteira.

O dólar está alto. Tirar o visto americano requer tempo. A Europa está longe demais. Que tal BARILOCHE, na Argentina? Bem “do ladinho” do Brasil, digamos assim.

Se você quer conhecer a neve e quer aprender a esquiar, vai se apaixonar por este lugar.

Eu ainda não era mãe quando fiz esta viagem, mas conheci muitos casais que levaram os filhos (inclusive os bem pequeninos) para que eles aprendessem a esquiar, e percebi que eles curtiam demais.

Se você nunca esquiou antes, vá ao Winter Park. Lá você vai encontrar uma área para iniciantes, composta por uma escola de esqui e três pistas.

1

Para quem não é muito fã do esqui, mas quer se divertir na neve, não deixe de visitar o parque Piedras Blancas, no Cerro Otto, que fica a 5km de Bariloche. Gente, morri de me divertir com o tal do esqui bunda. Eu parecia uma criança enlouquecida de alegria que subia e descia aquelas pistas cobertas por neve. É pura diversão para toda a família e até mesmo casais.

2

Outra diversão garantida são os teleféricos. A vista panorâmica mostra boa parte de Bariloche, o lago Nahuel Huapi e a mudança gradativa de vegetação nessa região argentina.

Fiquem preparados, a paisagem é de tirar o fôlego.

3

A cidade é, de fato, graciosa demais, cercada por lagos, montanha e possuiu uma vegetação incrível. Além disso, no inverno neva, e neva muito. Principalmente em julho e agosto.

Mas Bariloche não é só neve e esqui. A cidade em si é maravilhosa. A rua Mitre, a mais famosa e movimentada da cidade, é repleta de lojas e restaurantes para todos os gostos. Os famosos fondues, chocolates e vinhos foram indispensáveis nesta viagem. Voltaremos com certeza.

5

Texto: Ally Vitto