barra

Todo  começo  de  ano  vem  aquela preocupação:  como  vai  ser esse  ano escolar do meu filho? Será que ele vai se empenhar?  Será que será responsável? Pelo  volume  de  tarefas  e  exigência  escolar,  é  essencial que  o  aluno aprenda  a  se  organizar.  Pois  é,  o  que  irá  ajudá-lo  a  cumprir  prazos,  lembrar das tarefas, estudar de forma  mais organizada para as avaliações e poder ter seu  tempo  de  lazer  garantido.  Mas  quero  destacar  algo  que  acho  que  pode ajudar  muito  na  relação  com  seu  filho,  principalmente  em relação  a  vida escolar:  o  mais  importante  é  que  ele  perceba  a  vantagem  (ganhos)  em  se organizar  e  que  coloque  alguma  forma  de  organização  em pratica,  seja  qual recursos ele opte em usar!

Não  existe  uma  forma  certa  de  se  organizar,  mas  sim  a  melhor forma para cada pessoa. Cuidado para não desgastar a relação com seu filho devido a  expectativa  que  ele  vá  se  organizar  da  mesma  forma  que você,  ou  da maneira que você gostaria. Para ele, pode ser mais fácil e efetivo utilizar outras estratégias,  e  que  no  fim  trarão  os  resultados  esperados.  Dê  uma  chance  e observe!

Os  adolescentes  geralmente  param  para  pensar  nesse  tema  e  levamem  consideração  a  fundamental  organização,  quando  percebem que  terão mais  tempo  para  seu  lazer  e  perderão  menos  tempo  nas  tarefas que  não  lhe agradam  tanto.  Então,  incentive  e  mostre  a  importância  de  se  planejar  e organizar (para a vida!), e permita que seu filho descubra e utilize uma maneira que trará resultados!

Quando  ele  lhe  falar:  mãe,  mas  eu  lembro  tudo  de  cabeça,  não  vou esquecer  nada,  mostre  que  a  velha  e  boa  organização  escrita, possibilita  que ele tenha espaço em sua mente para outra informações e atividades e que isso pode aliviar a tensão e preocupação com os estudos.  Algumas ideias de organização escrita são:

– Uso de agenda (observe se ele anota o que deve ser realizado no dia da entrega);

– Uso de calendário mensal (pode ser feito a mão ou impresso) feito em uma   página, proporcionando   uma   visão   maior   das   responsabilidades   e atividades;

– Mural em casa (mas deve chegar em casa e já anotar as tarefas);

– Post it ;

– Fichas;

– Planner;

– Recursos tecnológicos/eletrônicos (se a escola permitir o uso de ipod, etc).

O  que  é  importante  deixar  claro  é  que  esses  recursos  ajudam,  mas muitas  vezes  a  falta  de  organização é  provocada  por  uma  desorganização interna  e  não  necessariamente  porque  o  adolescente  é  preguiçoso.  Existem outras  questões  envolvidas  e  conversaremos  mais  sobre  esse  tema nas  próximas colunas!

Daniella Didio Calderon | Psicologa, psicopedagoga e professora de pós graduação

E-mail: danididio@gmail.com