barra

Você comprou a poltrona mais confortável, a almofada ideal para amamentar, tem os seios, claro, e um bebê: lógico nada mais fácil que amamentar, certo?

EEHHH parece que não é bem assim, né não?

Quem diz que amamentação é natural não sabe de nada!

O bebê chega no seu colo e você tenta dar o peito. Se a pega de primeira for certa e o bebê e você se ajeitaram, parabéns! Primeiro grande obstáculo ultrapassado.

E se não foi? Aí que o bicho pega.

Ou melhor os seios detonam e a” mamy” em questão fica no mínimo chateada. Fora que o leite nunca, quase nunca resolve descer no hospital. Para ajudar a mãe de primeira viagem. O bebê tem reservas para uns dois, três dias.

Seus lindos seios estão ENORMES, quentes, vermelhos, seu marido DOIDO para meter a mão e você doida para meter a mão na cara dele. Seus seios doem e o bebê não faz a tal da pega direito, isso claro quando acontece na maternidade tudo bem, melhor.

E quando o leite desce em casa, que é o que acontece em 90% dos casos? Aí o bicho, ou melhor, os seios pegam, ardem, pegam fogo é uma quantidade de pedras que vira o tal do leite que na MESMA hora você entende a frase: o leite empedrou, sim não existe duvida quanto ao tal do empedramento.

Marido nessa hora é um ser que se acha cheio de graça! Quer tentar ajudar e o pior é que deixamos, lógico! O meu veio com aquela mão enorme massagear… Na primeira apertada, dei nele.

O meu desceu no hospital, graças a D’us, outra coisa que você aprende com a maternidade: se até o momento do parto se considerava atéia, na hora que te entregam o bebê isso muda quase que imediatamente, alguém tem que saber mais que você, nem que seja um ser superior.

Uma quentura, uma quantidade que na hora dá para saber que algo tinha acontecido e você, que no terceiro dia está esperta (já que seu corpo virou alguma coisa de outro planeta) e agora cada momento é um novo sentimento ou cheiro ou peito ou qualquer coisa, na hora desconfia: é o tal do leite descendo que li no livro. Leite desce aí desce muito leite, muito leite, leite o bebê engasga e é um susto!!! Por que bebê engasga?? Por que? Nessa hora aquela que também era atéia descobre um ser superior, baita susto.

Bom, fabrica-se mais leite do que o bebê toma, peito empedra. Desespero, dor, ginecologista manda colocar gelo, vêem duas enfermeiras do banco de leite, coloca gelo por 10 minutos massageia os seios. Coloca gelo, tira gelo, mais se ficar mais tempo a produção do leite acaba. Fica-se tensa! Fala-se em mastite. OI? Não era só amamentar? A mulher têm febre, é terrível. Não é fácil.

Ninguém conta como é cansativo. Gente, como é difícil!

E quem não consegue nunca? Quer saber? Tudo bem. Você tem seu bebê no colo com uma mamadeira e amamenta da mesma forma.

Por um mundo menos perverso. Por mães suficientemente boas é só o que precisamos, não perfeitas.

 

Beijo estalado,

Natascha Gannuny Muller | Psicóloga