barra
Tenho uma filha de 12 anos, como toda menina nessa idade, adora pintar a unha com cores coloridas, comprar o maior número de roupas que seu armário (e o nosso bolso) conseguem aguentar, falar com as amigas trancada no quarto e seu amado celular (com capinhas criativas que ela mesma faz). Com base nessa experiência, nas inúmeras sessões de terapia, cursos de educação e leitura de matérias sobre educação, segue 7 dicas para quem, como eu, tem um adolescente em casa:
1 – Ouça seu filho, evite tantas perguntas, deixo-o perceber que ele já tem a maioria das respostas para grande parte dos seus questionamentos. Deixe-o gritar, chorar, dançar, cantar alto…viver as emoções que está sentindo. Não tem problema ficar triste, nervoso, preocupado… deixe-o saber disso;
2 – Abrace seu filho, ao menos uma vez ao dia, sorria para ele, diga que o ama;
3 – Eduque seu filho a ter uma vida saudável, tanto na alimentação como na prática de atividades esportivas;
4 – Compre todos os livros que seu filho se interessar em ler (desde que sejam apropriados para a idade, claro);
5 – Ensine seu filho a respeitar as diferenças, todo mundo tem algo bom a nos oferecer; Mostre que cada pessoa é de um jeito, uns são gordos, outros magros, baixos, altos, brancos, pretos, amarelos, e todos tem a sua beleza. Que não importa como a pessoa seja, se tiver feliz consigo será sempre belo;
6 – Não dê tudo que seu filho quer, esse é um grande presente; Ensine-o a esperar, como se faz isso? Dizendo, “espera, agora não”.
7 – E por ultimo, mas não menos importante, seja um bom exemplo para seu filho, ele ficará parecido com você.
Fabiana Press Neumark