7 dicas de boas perguntas para fazer para crianças depois da escola

-

Oi, filho! Como foi na escola hoje?”

“Tudo bem.”

“Legal”.

“Normal”.

ZZZ…

É muito comum a conversa morrer aí. Esse formato de pergunta diz pouco respeito à criança, pouco a toca e a envolve no assunto. Perguntas mais elaboradas, que puxam pela memória recente da criança, despertam maior vontade de ser respondidas. Além disso, formam um hábito de diálogo entre pais e filhos – tarefa nem sempre fácil para muitos de nós. Quando a criança percebe no adulto interesse verdadeiro pelo que ela fez, viveu ou sentiu, passa a ter nele uma referência de apoio, confidencialidade e escuta.

Que tal tentar novas formas, mais eficazes e mais envolventes, de fazer seu filho sair do laconismo e relembrar as experiências do seu dia?

  1. Se você pudesse contar para muita gente o que aconteceu de melhor na escola hoje, o que seria?
  2. Por que valeu a pena sair de casa hoje para ir à escola?
  3. De todos os seus colegas, qual foi o mais atencioso (ou engraçado, divertido, amigo, alegre, criativo, parceiro…) hoje? Me conte o que ele fez?
  4. Você pode me ensinar alguma coisa nova que aprendeu hoje na escola?
  5. Encontre uma razão para voltar amanhã e me diga!
  6. Qual foi sua melhor descoberta de hoje?
  7. O que você pode fazer para amanhã ser melhor do que hoje (principalmente quando o relato do dia não foi o mais positivo)?

Quando se estabelece um repertório de boas perguntas, ele começa a aumentar com fluidez, automaticamente. Você se dá conta de que suas perguntas não são mais respondidas com palavras únicas  e  que muitas vezes você sequer vai precisar perguntar. Seu filho contará com sua escuta e seus vínculos se fortalecerão.

Isso faz sentido para você? Vamos experimentar?

 

Suzana Nishie | Pedagoga, coach infantil, de pais e professores e, principalmente,  mãe da Marina.

E-mailcoachsuzananishie@gmail.com

Compartilhe esse texto