7 dicas para não errar no Banho do bebê

-

A hora do banho para os bebes é um momento muito gostoso e relaxante, onde eles entram em contato com o meio liquido que é muito familiar. As mamães adoram ver seus bebes brincando na banheirinha com os brinquedinhos e relaxando no ofurô.

Este momento delicioso deve ser cercado de alguns cuidados para a pele do pequeno não sofrer as consequências de um mau hábito na hora do banho. Vamos para as sete dicas:

1-Não esquente muito o banho

A água não deve muito quente deve ficar em 36 e 37 graus. Não é porque as mamães adoram um banho bem quente e relaxante que vamos expor os bebes as mesmas condições, ok? A água muito quente desidrata a pele sensível das crianças.

2- Não use sabonete em excesso

Não use excesso de sabonete, ele também resseca a pele, até os sabonetes específicos para a pele dos bebês contém substâncias que removem a proteção e sensibilizam a pele se usados em excesso.

3- Não use bucha

A menos que seu bebê tenha rolado na terra, na lama ou brincado com tinta não use bucha. Ela promove uma esfoliação da pele, removendo a camada protetora e flora normal da pele.

4- Não demore muito no banho

No geral o banho dos bebês deve ser rápido e morno, deixe para uma diversão eventual os banhos demorados e no ofurô. A água quando entra em contato por períodos prolongados com a pele pode ser por si só um elemento irritante.

5 – Use sabonetes sem sabão

É possível encontrar nas farmácia as chamadas loções de limpeza corporais de diversas marcas que não são produtos específicos para uso pediátrico mas, fazem a limpeza da pele sem desidratar e sem remover o microbioma protetor, eles não tem cheirinho gostoso de bebê e não fazem espuma , mas são ótimos para a saúde da pele dos pequenos.

6-Hidrate, hidrate e hidrate

Mesmo tomando todos os cuidados com o banho do bebê, a pele dos pequenos é muito sensível e a hidratação nunca é de mais , ela só vai aumentar as defesas da pele e a resistência a infecções bacterinas fungicas e eventos alérgicos.

Opte por hidratantes sem cheiro e com alto poder de hidratação.

7- Mude o hábito para não usar remédio

A grande maioria das alergias e infecções de pele estão ligadas a desidratação, a perda da barreira cutânea e remoção da flora protetora da pele, nas consultas pediátricas passo a maior parte do tempo orientando sobre os hábitos errados durante o banho , quando a mudança não ocorre os problemas se tornam crônicos e recorrentes o que faz com que tenhamos que recorrer ao uso de medicamentos com poder paliativo.  Mudar o habito é tratar a causa, usar a medicação é remediar o efeito.

Fica a dica Meninas!!

Um Abraço

Dra. Leticia Guedes  |Dermatologia e Estética – Clinica e Cirúrgica

Compartilhe esse texto