barra

Olá Mamis,

É muito comum as mamães se preocuparem com alimentação dos filhos, no entanto, percebo diferenças quando falamos de alimentação na gestação ou na lactação, a preocupação é diferente, principalmente na lactação. As mães costumam falar que não tem tempo para cuidar da alimentação porque tem que cuidar do bebê.
E é esse o ponto: Cuidar da alimentação da mãe é automaticamente cuidar do bebê que está mamando no peito. Os nutrientes, a quantidade do leite, e todos os benefícios de aleitamento materno dependem de uma boa nutrição da mamãe.

Na gestação, temos que aumentar o aporte calórico diário em média em 300 calorias, em relação às necessidades normais da mulher e na lactação 500-600 calorias!!! Isso mesmo!!! Precisamos mais calorias para produzir leite materno do que para gerar o bebê. E é exatamente por isso que falamos sobre conseguir uma perda de peso nesse período, sem precisar de restrição alimentar, até porque precisamos de alimentação balanceada para  produção do leite materno.

Hidratação: esse é outro ponto. Na gestação, mantém o feto hidratado e no período de amamentação ajuda na quantidade de leite produzido (hidratação e nutrição do bebê). Observe que se um dia se ingere menos líquidos, já se percebe a influência na quantidade de leite produzido. Portanto é um conjunto de fatores: Descanso, sucção (estimulo do bebê no peito), alimentação e hidratação.

Não dá para descuidar!!! Mesmo tendo milhões de outras novidades em relação ao pequeno que acabou de chegar, a Nutrição tem que estar presente diariamente. Varie sempre os alimentos!!!

 

Viviane Szaf |  Nutricionista formada pela Faculdade de Saúde Pública – USP, e atua na área clínica para Crianças, Adolescentes, Adultos, Gestantes. Emagrecimento, reeducação alimentar, patologias associadas. Atende na Clínica Biodiet – 3663-5753/3668-7472