barra

Exposição Diálogo no Escuro será aberta ao público no dia 22 de agosto, na UNIBES CULTURAL, em São Paulo

Mostra já foi visitada por mais de 8 milhões de pessoas em 32 países

1

Realizada pela Calina Projetos, Unibes Cultural e Dialogue Social Enterprise, a exposição Diálogo no Escuro (www.dialogonoescuro.com.br) chega a São Paulo pela primeira vez e será inaugurada no dia 22 de agosto, na Unibes Cultural, prometendo mexer com os sentidos do público visitante.

 

Diálogo no Escuro é uma exibição multissensorial que rompe a barreira do desconhecido e desafia o público a conhecer o mundo com outros olhos. Em quatro ambientes cenográficos especialmente construídos para a mostra – parque, cidade, feira/drogaria e bar, totalmente sem luz e guiados por deficientes visuais, o público passará por uma intensa experiência explorando os sentidos do tato, olfato e a audição. Poderá apreciar sons da natureza, das ruas, relevos dos objetos, cheiro de frutas e folhas, comprar, receber o troco, se alimentar e atravessar a rua.

 

As visitas acontecem em grupos de até oito pessoas, mediante agendamento pelo site http://www.compreingressos.com/unibescultural , e duram entre 45 e 60 minutos. Após percorrer todos os espaços, os visitantes são convidados a compartilhar a experiência com outros participantes e dialogar com o guia, tendo a oportunidade de tirar suas dúvidas sobre a exibição e, mais ainda, sobre a vida cotidiana dele. Mais do que conscientizar a população sobre a condição das pessoas cegas ou com baixa visão, o objetivo da mostra é fazer com que o público explore outros sentidos, além da visão, mostrando que nós é que determinamos os nossos próprios limites e diminuindo a distância entre “nós” e “eles”. Aqui, a deficiência se torna uma habilidade.

 

Realizada com apoio das Leis Rouanet e ProAC, de incentivo à cultura, e com patrocínio e apoio da Cielo, Apex, Drogaraia, Drogasil, Açaí Frooty, White Martins, ViaQuatro, CSN,ÓTIMA, Fundação Dorina Nowill e Instituto Laramara, a mostra foi licenciada pela Dialogue Social Enterprise, uma empresa com sede na Alemanha e que atua no mundo todo facilitando a inclusão social das pessoas com deficiência, desfavorecidas e idosas.

2

A primeira versão da exibição foi inaugurada em 1989, quando Andreas Heinecke, diretor da Dialogue Social Enterprise, foi convidado a desenvolver um programa de reabilitação para um colega deficiente visual. Dessa experiência surgiu a mostra Diálogo no Escuro que, nos últimos 25 anos, percorreu mais de 32 países como Alemanha, Argentina, Áustria, China, Coreia do Sul, Índia, Israel, Itália, Japão, Rússia entre outros.

 

“Inaugurar a Unibes Cultural com a exposição Diálogo no Escuro nos possibilita refletir, ainda mais, sobre o desafio que nossa sociedade atravessa nesse século XXI: como viver juntos. No centenário da Unibes, receber uma das exposições mais visitadas no mundo nos enche de significados e nos leva a refletir sobre temas seminais de uma sociedade em permanente transformação: diversidade, tolerância e acessibilidade”, afirma Bruno Assami, Diretor Executivo da Unibes Cultural.

destaque

Mais do que uma exibição: um projeto de inclusão social

 

Outro grande destaque da mostra ‘Diálogo no Escuro’ é a participação de pessoas cegas e/ou com baixa visão na realização do projeto. Ao longo de dois meses, a Fundação Dorina Nowill e a Consolidar Dorina, em conjunto com a 3Dialogue Social Enterprise, selecionaram 16 guias sensoriais para a exposição. O grupo recebeu um treinamento completo para lidar com as dificuldades do público e ao mesmo tempo foi preparado para que pudesse trabalhar com confiança e sensibilidade. Desde a primeira exibição da mostra até hoje, mais de sete mil deficientes visuais de todo o mundo tiveram a oportunidade de serem reinseridos no mercado de trabalho. Diálogo no Escuro vai além das fronteiras visuais, promovendo inclusão e reflexão de todas as pessoas da sociedade.

 

Sobre a Unibes Cultural

A Unibes desenvolve projetos socioeducativos e de promoção humana na cidade de São Paulo há 100 anos, criando cenários positivos para que o cidadão, com pleno uso de seu potencial, busque por autonomia e condições de vida. Para celebrar seu centenário, a Unibes desenvolveu sua área cultural, que está sendo inaugurada com a Exposição Diálogo no Escuro. A Unibes Cultural, localizada na Rua Oscar Freire, 2.500, bem ao lado do metrô Sumaré, é um espaço inovador, voltado à transformação e desenvolvimento do potencial humano, acessível e com programação voltada para todas as idades. A criação do novo conceito começou há dois anos pensando em cultura como instrumento fundamental para a formação e crescimento pessoal, valorização e transformação do indivíduo na sociedade.

 

Sobre a Calina Projetos Culturais e Sociais

A CALINA PROJETOS foi criada em 2002 e tem como objetivos produzir eventos culturais de alto interesse coletivo e com a máxima qualidade; oferecer as melhores opções de investimento em ações de Marketing Cultural e Social aos seus clientes, atendendo aos interesses estratégicos e gerando  retorno institucional; e captar recursos para instituições, empresas, grupos e profissionais que desenvolvam um trabalho idôneo e de alto nível e cujas realizações propiciem um retorno positivo para a sociedade. Entre os projetos já desenvolvidos pela Calina Projetos, destacam-se as exposições Pergaminhos do Mar Morto (Museu Histórico Nacional – RJ e Estação Pinacoteca), Tesouros da Terra Santa (MASP) e Albert Einstein (Casa das Rosas), entre outras. Mais informações no website www.calina.com.br

 

Exposição Diálogo no Escuro

Rua Oscar Freire, 2.500 – ao lado do metrô Sumaré – São Paulo

Tel: 11 3065-4333

Segunda à quinta-feira das 10h às 19h – inteira R$ 24/Meia R$ 12

Sexta-feira e Sábado das 10h às 19h – Inteira R$ 30/Meia R$ 15

Agendamento e vendas no site www.compreingressos.com/unibescultural, a partir do dia 22 de agosto de 2015.