barra

Rosh Hashana (cabeça do ano) é o Ano Novo Judaico, cuja comemoração oferece aos indivíduos a chance de refletirem sobre suas atitudes, Parece tratar-se de um sonho que se quer atingir – o sonho de um mundo melhor, sem maldade, onde viver com as respectivas famílias e amigos torna-se algo verdadeiramente bom e agradável.

tmp462470119591772162Denominado Tishrei, o primeiro mês do ano judaico coincide, na maioria das vezes, com os meses de setembro ou outubro, em Israel, período de colheita, no qual o toque do shofar denota seu início.

De acordo com o Talmud (é um livro Sagrado dos judeus, um registro das discussões rabínicas que pertencem à lei, ética, costumes e história do judaísmo.), D’us criou a humanidade no primeiro dia do mês  de Tishrei. Sendo assim, o Rosh Hashaná comemora a criação da raça humana. É um tempo de limpeza e renovação, uma chance de receber perdão e de recomeçar sem pecados. A importância do feriado reflete-se em seus dois dias de observância.

Rosh Hashana, Jewish New Year Holiday, honey, apple, pomegranate, hala

O calendário judaico, que é o calendário oficial em Israel e o calendário religioso para os judeus em todo o mundo, foi instituído por Hillel II por volta do ano de 359. Enquanto o calendário gregoriano baseia-se no sol, o calendário judaico é baseado na lua.

Costumes da festa:

Mergulhar no mel uma fatia de chalá redonda (Pão doce) e uma de maçã; saborear tâmaras, doce de abóbora ou cenouras adocicadas são atos que fazem parte do ritual que precede a refeição festiva, nas noites de Rosh Hashaná, pois é costume, após o kidush (benção do vinho), provar vários alimentos simbolicamente selecionados e sobre cada um destes, fazer um pedido para o novo ano.chala

Ingerir peixe tem a simbologia de pedir a D’us que possam “multiplicar-se como os peixes”. O costume também é interpretado como uma proteção contra o mau-olhado. Ensina o Talmud que o mau-olhado não tem poder sobre aquilo que está escondido dos olhos e, como os peixes vivem dentro d’água, o mau-olhado não os pode afetar.aiellotrout200

Comer romã serve para invocar o aumento de nossos méritos, para que nos tornemos repletos de boas ações, como as sementes dessa fruta. A simbologia, neste caso, é simples, pois a romã possui 613 grãos – o número
das mitzvot (ato de bondade humana) da Torá.

O toque do shofar (geralmente, feito de um chifre de carneiro, em memória do carneiro que foi oferecido em lugar de Isaac, que permitiu-se ser atado e colocado sobre o altar como um sacrifício a D’us.) deve ser ouvido em Rosh Hashana, quando um novo ano é anunciado. Durante o mês de Elul, mês que antecede Rosh hashana, o Shofar é tocado todas as manhãs. É um chamado para o arrependimento, avisando a chegada dos Dez Dias de Arrependimento, que começam com Rosh Hashaná e culminam com Iom Kipur.shofar

IOM KIPUR

Os dez primeiros dias do Ano Novo são dias de reflexão e auto avaliação, para que possamos ter um bom julgamento em Iom Kipur.title

É o Dia do Perdão, uma das datas mais importantes do calendário judaico. Começa no crepúsculo que inicia o décimo dia do mês de Tishrei, continuando até ao seguinte pôr do sol. Tradicionalmente se observa esse feriado com um período de jejum de 25 horas e oração intensa.

Tradição destas comemorações é comer Bolo de mel, para que possamos ter um ano doce como o mel.

BOLO DE MEL

Ingredientes

3 ovos (claras em neve)

1 copo de mel

½ copo de óleo

1 copo de café bem forte ou chá preto bem forte

100 grs de uva passa

100 grs de nozes ou castanha picadas

1 maçã ralada

raspas de limão

2 copos de açúcar

3 copos de farinha de trigo

1 colher (sopa) de fermento em pó.

Preparo

Bater as gemas com o açúcar. Acrescente o mel, o óleo, o café, alternando com a farinha. Acrescente as uvas passa, as nozes e coloque o fermento misturando tudo muito bem. No final acrescente as claras em neve.

Coloque na assadeira grande untada e polvilhada com farinha de trigo. Forno medo para assar. 

 

Márcia Blatt