barra

Você, mami querida, que avaliou a dinâmica de seu (s) filho (s) no ano de 2016 e deseja alterar e/ou introduzir comportamentos novos neste período de férias, já te antecipo: AGORA NÃO!

Guarde este desejo de fazer com que durmam no quarto deles, comam no cadeirão, usem calcinha e digam adeus as fraldas, entre outros para daqui a pouquinho.

Sabemos que é uma angustia real e que dará tudo certinho, sendo realizado no momento adequado e com postura segura.

 

Atenção às dicas, mamis:

  • NUNCA introduza comportamentos novos no período de férias uma vez que se sabe que uma coisa real é a falta de rotina neste período. Rotina organiza.
  • SEMPRE estabeleça as possíveis mudanças no ambiente de casa. Você se sentirá mais confortável e confiante.
  • NÃO dependa de outras pessoas para esse processo, ou seja, avalie o momento em que você, e se houver parceiro, consigam sustentar as mudanças e novidades. Sugestão: dependendo da idade das crianças é possível realizar um bate-papo descontraído sobre esse desejo das alterações e questionar o que acham, o que sugerem. Assim sentirão que participam do processo com criatividade e espontaneidade.
  • LINGUAGEM pontual e objetiva, combinados devem ser cumpridos com sucesso. Uma vez introduzida a mudança, sustente.
  • AGUENTE a ansiedade, atenção para não se atropelar e fazer deste cenário um ambiente de luta e rivalidade entre o seu desejo e a dinâmica do filho. Ele não pensa com a razão e sim com o SENTIMENTO. Para tanto estabeleça um clima afetivo favorável, gostoso, lúdico.
  • APROVEITE as férias para distensionar, realizar atividades diferentes e literalmente sair da rotina.
  • RETOME o ritmo natural do dia-a-dia alguns dias antes, para que favoreça a readaptação da rotina. Isso fará com que você também se organize.

 

Juliana Buchatsky | Psicóloga especialista em Orientação a Pais e atendimento infantil e adolescente