barra

Num mundo com tanta informação sobre comida saudável, dietas, riscos de determinados alimentos, etc, e informações desencontradas, como é o que ocorre em redes sociais, vem surgindo um novo transtorno alimentar: a ortorexia.

Embora os critérios diagnósticos ainda estejam em discussão, quem tem ortorexia se preocupa tanto em buscar alimentos saudáveis que isso atrapalha o seu dia-a-dia, fazendo-a repensar varias vezes se deve ou não comer determinado alimento, o que comprar no supermercado ou pedir no restaurante, que leva a um sofrimento enorme e eventualmente até a desnutrição.

É muito diferente da anorexia nervosa, onde há uma clara distorção corporal e uma preocupação com o peso em si, levando a evitar comida. Nem sempre quem tem ortorexia busca emagrecimento; é apenas uma certa obsessão com comer certo sempre, o tempo todo.

Devemos fazer um mea-culpa, que a Internet e as redes sociais de hoje em dia alimentam comportamentos ortoréticos, principalmente quando alguns dizem que determinado alimento é um “veneno”, enquanto outro é um “super-food”.

O pior é que nem há consenso sobre isso, e digo mais: quanto mais cheio de certezas sobre o bem ou o mal de um alimento for uma postagem, maior a chance de ser uma falácia. Devemos ter cuidado ao não deixar nossa vida se guiar por regras estritas e não aceitar fugidas ocasionais, sob o risco de piorar, e não melhorar como seria a ideia original, nossa qualidade de vida:

É claro que se você tem obesidade, diabetes ou outra condição ligada à alimentação, deve tomar cuidados, mas o que vemos é que quem é mais preocupado com alimentação saudável e com comportamentos que podem lembrar ortorexia são, na maioria das vezes, pessoas saudáveis e com peso dentro da faixa de normalidade do IMC! Porém, ao se restringirem demais correm riscos de deficiências nutricionais e, principalmente, como eu disse, de estresse e sofrimentos excessivos!

Ref: Dunn, On Orthorexia Nervosa: a review of the literaturs and proposed diagnostic criteria. Eating Behaviors 2016

Dr Bruno Halpern | Doutor em Endocrinologia – Faculdade de Medicina da USP / Vice-Presidente FLASO/Departamento Diabetes e Obesidade SBD – CRM-SP 124905/ RQE 55372