barra

Israel é bem pequenininho mas tem muitas coisas para fazer! Fui com meus filhos (7 e 5 anos) em janeiro, por tanto, frio! Separei aqui algumas dicas especiais para as crianças! Lembrando que tem parte religiosa, tecnológica, deserto, neve, praia! Muuuita coisa pra fazer!

1. Jardim Zoológico Biblíco – Jerusalém

Um Jardim Zoológico especial, porque eles mostram em várias situações passagens bíblicas em que aparece aquele animal! Super interessante! Lembrando que a imensa maioria dos estabelecimentos de Jerusalém respeita o shabat (o sábado sagrado), essa é uma ótima opção para sábado! Em termos de zoo, ele é ok. Nada muito incrível mas as crianças amaram.

A lanchonete tem o formato da Arca de Noé onde as crianças podem subir e tirar fotos, uma graça.

2. “Yad Vashem”, ou Museu do Holocausto, é imperdível. Pela idade e também pelo tema, as crianças não puderam entrar na parte fechada, mas toda a área externa, que é muito bonita e emocionante, fizemos juntos com as crianças.

3. Museu de Israel, muito interessante! Vimos costumes antigos dos judaísmo e tiramos a clássica foto na escultura “ahava” que significa, amor <3

4. Museu de História Natural – Sempre um sucesso! Já fomos em diversos pelo mundo! As crianças amam ver os bichos e aprendem bastante! Esse em especial é bem bacana!

5. Shuk, uma feira de rua com frutas, verduras, especiarias e enfeites! Eu amo, as crianças amaram e fomos provando comidinhas e fazendo comprinhas. Em Tel Aviv, o shuk é mais barato que em Jerusalem, em ambas as cidades, vale a pena conhecer.

6. Massada e Mar morto – conhecer a ruínas de Massada, em pleno deserto é incrível! Aqui se você não sabe a história do lugar, vale a pena ir com o guia! Subimos e descemos de teleférico #ficaadica. Na volta, paramos em Ein Gedi, num lugar com restaurante, chuveiro, aluguel de toalhas e bastante estrutura para entrarmos no Mar Morto, as crianças amaram a flutuação! Estava gelado! Muito gelado! E NÃO ESQUEÇAM OS CHINELOS! O sal que fica no fundo do mar, doi! Muito! Sério! Rs

7. Neve – como fomos em janeiro, estava frio e aproveitamos para ir ao extremo norte, próximo às colinas do Golã, na fronteira com a Síria e o Líbano. Ficamos num hotel super charmoso, com cara de “casa na árvore”, as crianças acharam o máximo (nós também). O hotel não é barato, mas é incrível!

Tel Aviv é uma cidade jovem, democrática, divertida enquanto Jerusalém é tradição e religião! Ambas são opostas e complementares. Uma viagem linda! Inesquecível e bastante cansativa! Ficamos duas semanas e fizemos bastante coisa! Mas valeu cada passeio…