barra

Oi mamis. Fui com a família visitar Curitiba por 3 dias e fiz muitos passeios legais e conheci restaurantes gostosos! Por isso, resolvi fazer um apanhado de dicas para vocês. Como mesmo em pouco tempo acabei visitando muitos lugares, vou dividir esse post em duas partes.

Na sexta feira de manhã começamos o dia indo visitar a Torre Panorâmica, que fica no ponto mais alto de Curitiba, permitindo uma visão da cidade em 360 graus. É bem legal para você ver a cidade toda e os principais ponto dela. Minha irmã (11 anos) adorou procurar onde estava cada um. Custa R$6,00 por adulto.

Seguimos de lá para o bairro de Santa Felicidade, onde íamos almoçar, mas antes paramos na Vinícola Durigan. É bem grande e bonita, e você pode comprar vinhos, pimentas, chocolates, doces típicos..

Depois, fomos almoçar no famosérrimo Madalosso, o maior restaurante das Américas, segundo o Guiness Book – com mais de 7 mil metros quadrados, 900 vagas e com capacidade para atender até 4.600 pessoas. A comida é gostosa, italiana, e em rodízio. O mais legal é que tem um espaço kids bem grande, com brinquedos tipo fliperama, cama elástica, pebolim, e uma área especifica reservada para os menores.

De lá, fomos para o Museu do Oscar Nieyemer, grande ponto turístico da cidade. A entrada custa R$20,00 o adulto. Finalizamos o dia num restaurante incrivelmente fofo e delicioso, chamado Officina Resto Bar. Como diz o nome, é um restaurante mais vibes de bar, com dizeres engraçados nas paredes e menus. Mas os drinks são diferentes e deliciosos, e a comida é incrível. Meu nhoque de mandioquinha com fonduta de queijo e crispy de alho poró estava dos deuses. Ainda dividimos um smores de sobremesa que estava de outro mundo.

No sábado de manhã, começamos pelo Bosque Alemão – passeio incrível pras crianças (e pros adultos, eu amei!), onde você tem uma vista linda lá de cima, e desce a trilha onde em meio à mata fechada que você acompanha durante o trajeto o conto de João e Maria, contada pelos azulejos do caminho. Até que no meio da trilha você chega na Casa da Bruxa, que é uma sala de leitura onde os pequenos podem ouvir histórias em alguns horários. O passeio termina no portal alemão, uma réplica da fachada de uma casa alemã. Você pode entrar tanto por cima, no mirante, ou por baixo pelo portal, mas se você começar em cima, consegue “ler” a história nos azulejos na ordem certa.

Na semana que vem eu conto o resto do nosso sábado e domingo. Mas já está dando pra perceber que vale a pena visitar Curitiba com crianças né?