barra

Antes de começar a falar de espinafres te chamo para uma reflexão. Estamos numa época onde falamos muito sobre PANCS. Mas tentando imaginar se não conhecêssemos os espinafres tradicionais, as verduras , ervas aromáticas elas também seriam PANCS. Na verdade te convido a pensar ao contrário. O que consumimos também já foi uma PANC algum dia, certo? Mas numa época onde essa nomenclatura ainda não estava em voga. Então nós nos alimentamos de matos de comer também.

O manjericão por exemplo é uma mato cheiroso. Não é à toa que existem mais de 360 espécies de manjericão. Você já parou para pensar que o manjericão, o alecrim e outras ervas também são matos? Mas claro que não é todo mato que se pode comer. Temos muitos matos que possuem componentes tóxicos e podem inclusive ser letais.

Agora um exemplo interessante de mato de comer são essas 4 espécies de espinafres diferentes das quais estamos acostumados a encontrar na prateleiras.

Espinafre – da- Amazônia (conhecido como orelha-de-macaco)

Família: Amaranthaceae

Nome científico: Alternanthera sessilis

Nativo de todas as regiões úmidas do Brasil. Muito frequente seu uso de forma ornamental a sua versão colorida. Na Amazônia não é uma PANC, pois ele é cultivado para fins alimentícios. Inclusive vendido em feiras livres como verdura. Cultivado na Austrália e chamado de “Brazilian  spinach”.  Rico em flavonoides e fenóis.

 

Espinafre -do-mato

Família: Amaranthaceae

Nome científico: Alternanthera tenella Colla

Nativo também do Brasil, cresce em ambiente menos úmidos. Visto muito como planta infestante, sua planta jovem pode ser consumida preferencialmente refogada. Se prestarmos bem a atenção notamos sua espontaneidade, pois cresce em terrenos baldios e até em calçadas. Sempre branquear as folhas antes de consumir. Podemos fazer bolinhos com ele, molhos… hummmm

 

Espinafre- Africano

Família: Amaranthaceae

Nome Científico: Celosia argentea

Cultivada de forma ornamental nos jardins do país. Subespontâneo em muitas regiões brasileiras também. As folhas e hastes jovens são comestíveis. As inflorescências quando jovens também podem ser consumidas.Ah, suas sementes também combinam se cozidas com arroz.

 

Espinafre-trepador , Espinafre-Selvagem

Família : Amaranthaceae

Espécie: Chamissoa altíssima

Nativa de ampla ocorrência no Brasil. Muito conhecida como indesejável em terrenos abandonados. Extremamente protéica, sua folhas jovens podem ser consumidas cozidas. Podemos fazer bolinhos também ou uma bela farofa.

Curiosidade: os espinafres são da mesma família botânica da Quinoa, que na verdade são as sementes da planta que ingerimos. Mas podemos consumir suas folhas refogadas, assim como o espinafre.

Vamos diversificar? Mas sempre atento à taxonomia, pois existem espécies muito parecidas e que podem ser até letais se consumidas.

Fica a dica.

Bjos Floridos,

Deborah Gaiotto | Deborah na Fazenda