barra

O sistema agroflorestal é um sistema de cultivo desenvolvido por Ernst Gotsh. Na verdade a chave de ouro está no conceito de que a floresta tem a capacidade de se desenvolver e de se regenerar sozinha, sem nenhuma intervenção humana, ela mesma se autosustenta. Ela é um organismo vivo que tem sua própria autossuficiência.

Na floresta cada árvore tem uma habilidade diferente de buscar nutrientes, cada espécie tem uma “vocação” ecológica que complementa a outra. Ela é uma mistura de sistemas ecológicos, ela é um eterno recomeço. A própria caída das folhas e galhos ajuda a proteger o solo quanto à erosão quando chove, e também servem de alimento para os organismos vivos que lá habitam.

Então porque não usar essa inteligência natural para plantar nosso alimento? Assim Ernst vem trabalhando isso há alguns anos e os efeitos são surpreendentes. Solos antes secos, sem vida, agora regenerados, úmidos, formando uma cadeia alimentar completa e produzindo nosso alimento. Basicamente é isso, plantamos nossas hortaliças, frutas, verduras, ervas dentro de um sistema agroflorestal instaurado na propriedade.

O mais lindo é que depois de uns 2 ou 3 anos , através das podas dos galhos, conseguimos não mais mexer de forma alguma no sistema, ele mesmo se desenvolve sozinho, nem matéria orgânica (que na produção orgânica precisamos colocar) é necessário ficar repondo.

E é isso, a agricultura deveria ser igual à Floresta: colocar as plantas de um jeito que uma colabore com a outra, exatamente da forma que a natureza faz. Sem dúvida alguma, o sistema agroflorestal de cultivo é a forma mais orgânica e completa de se produzir e conseguir controlar de forma natural toda nossa fauna e flora.

Vamos nessa! Em breve vou aplicar essa técnica…

Abraços

Deborah Gaiotto | Deborah na Fazenda