barra

Muito se fala hoje sobre comidas divertidas, cujo formato lúdico supostamente atrairia as crianças.

Ao contrário do que muitos pensam, não é preciso uma apresentação impecável, trabalhosa e perfeita para impressionar o seu filho.

Estudos mostram que a criança terá mais facilidade para experimentar um alimento novo se ela estiver envolvida no processo de preparo e manipulação desse alimento.

Quando você e sua família fizerem um desenho com comida, pouco importa o resultado final. O que importa é a criança participar, interagir e ajudar, de uma maneira divertida, a criar os formatos. Não podemos negar que o visual atrai as crianças, mas a interação com o alimento é o fator determinante para o sucesso!

Participando ativamente, a criança fortalece o vínculo com pais e cuidadores, aprende a encarar a refeição de uma maneira leve e certamente terá hábitos alimentares mais saudáveis.

É melhor uma montagem imperfeita e real feita por uma criança do que uma excessivamente perfeita e trabalhosa feita por um adulto.