barra

Ficar em casa durante a pandemia é uma das estratégias para evitar aglomerações e dessa forma nos mantermos saudáveis e sem Covid.

Entretanto, o que tenho escutado dos meus pacientes é que estão trabalhando muito em casa, cada vez mais, e que a alimentação muitas vezes é o que dá tempo ou então é o famoso fast food. Além disso muitos pacientes estão sedentários…

Conclusão: estamos ficando cada vez mais doentes e vulneráveis ao próprio Covid!! 
Não acredita? Exagero??
Pois então leiam com atenção:

Um estudo feito pelo Department of Family and Sports Medicine, CA, USA, envolvendo 48.440 pacientes com diagnostico de Covid 19 mostrou que pacientes consistentemente sedentários tiveram 20% mais hospitalizações, 10% a mais de risco de irem para UTI e mortalidade 33% maior do que pacientes que faziam algum grau de atividade física.

Para ser considerado ativo o indivíduo deveria fazer ao menos 150 min de atividade física moderada a intensa por semana, em acordo com o US Physical Activity Guidelines (JAMA 2018).

Portanto, a atividade física foi fortemente associada a um risco reduzido de casos graves de COVID-19 entre os adultos infectados.

Por isso precisamos ainda mais promover a atividade física no cenário atual, seja pela parte física e também mental, com esforço de cada um de nós mas também através da priorização do esporte pelos órgãos de saúde pública e incorporação do exercício aos cuidados médicos de rotina.