barra

Já que estamos em uma semana temática de Halloween, hoje meu post será sobre o que fazer em Salem (Massachusetts). Eu visitei Boston em 2015, e reservei um dia para visitar essa cidade que é conhecida como a cidade das bruxas.

 

Sobre Salem

Salem é a cidade conhecida mundialmente como a Cidade das Bruxas, e ficou famosa pelos julgamentos contra supostas bruxas, no século XVII.  Cerca de 20 pessoas, na maioria mulheres, foram condenadas e executadas. Os julgamentos pararam por ordem do governador William Phipps, que sentiu na pele o que estava acontecendo, já que sua esposa também foi acusada de bruxaria.

Atualmente, a cidade oferece diversos atrativos turísticos envolvendo os julgamentos de 1692 e o universo da bruxaria, que eu adoro. Já contei para vocês neste post sobre7 Dicas de Seriados, que Charmed é a minha série favorita da vida. E por favor hein, a versão inicial, não essa nova.

Por isso, como estava pertinho, escolhi fazer um dia de passeios por lá e foi muito legal! Confere abaixo minhas dicas.

 

O que fazer em Salem

A cidade é pequena e em uma manhã ou uma tarde você consegue visitar tranquilamente.

Visitor Center

A cidade fica a 40 minutos de Boston, e nós começamos o passeio deixando o carro no estacionamento em frente ao Visitor Center. Entrei brevemente no Visitor Center, para ver se tinha algo interessante por lá, mas não achei nada demais.

visitor center cidade das bruxas

Salem Witch Museum

O dia estava chuvoso e gelado, e apesar de termos feito tudo a pé, o tempo não estragou o passeio. A primeira parada oficial foi o Salem Witch Museum, que tem uma arquitetura linda, e conta a história da época do julgamento das bruxas.

salem

A entrada por pessoa no museu hoje custa U$15 (quando eu fui era 10!). Eu entrei apenas para conhecer internamente a casa em que o museu estava, e a loja. Que loja fofa, eu poderia ter ficado horas por lá, fuçando tudo!

Salem witch museum

Crow Haven Corner

A parada seguinte foi na loja de bruxaria mais antiga da cidade, a Crow Haven Corner. Que loja mais linda, com as Witchballs coloridas penduradas por toda ela. As Witchballs são esferas de vidro colorido com o intuito de proteção – a bruxa da loja me explicou que o “mal” é atraído pela beleza da bola, e capturado por ela, sendo purificado em seu interior. Fiquei tão encantada pelas cores, e pelo significado de proteção, que trouxe uma pra casa. Depois de um ano, comprei mais 2 no site deles. As 3 estão juntas até hoje no meu quarto, e eu amo!

Loja em Salem

Essex Street e Witch History Museum

Andamos pela Essex Street, uma rua que tem parte fechada apenas para pedestres, com lojinhas de bruxaria em toda a sua extensão. Passeamos e entramos em algumas para conhecer. É nesta rua que está o Witch History Museum, que tem uma entrada bem interessante. Também não entrei para conhecer este museu, pois estávamos com a Moa, minha cachorrinha, então era impossível. A entrada deste museu custa U$13.

salem

Estátua de Bewitched

Andando mais um pouco, na esquina da Essex Street com a Washington Street, paramos para ver a estátua da personagem Samantha Stevens, a feiticeira vivida pela atriz Elizabeth Montgomery na série Bewitched (“A Feiticeira”, em português) dos anos 1960 e 1970. Eu não assisti, mas ela foi citada em Charmed, que como já disse, eu amo!

bewitched cidade das bruxas

Witch House

A Witch House é a única casa que data da época dos julgamentos em Salem, porém não pertencia a nenhuma das pessoas acusadas de bruxaria, e sim a um dos juízes do julgamento das bruxas de Salem. A casa tem um ar de mistério, e hoje funciona como um museu, e possui mobiliários, roupas e alguns pertences que remetem à época. Custa U$9 para entrar.

salem witch house

Salem Beer Work

Paramos depois brevemente na Salem Beer Works, a cervejaria local. Lá não tem tour, mas pareceu ser um lugar bem agradável para um almoço, e experimentando cervejas, claro. Eles não vendem cerveja em garrafas, então o Dan acabou não conseguindo experimentar nenhuma (eu não gosto de cerveja!).

cerveja

Salem Witch Trials Memorial

Nossa última parada foi o The Salem Witch Trials Memorial, um memorial composto por 20 bancadas de granito, próximo ao Old Burying Point, cemitério onde os condenados foram enterrados. Nestas bancadas de granito estão os nomes de cada um dos acusados, os meios utilizados e a data de execução – uma tristeza.

salem

 

Considerações Finais

Se eu não estivesse com a Moa, ou o tempo estivesse melhor, escolheria entrar em apenas um dos museus – me parece que todos eles oferecem basicamente a mesma coisa. E eu escolheria o Salem Witch Museum, que achei o mais simpático.

Nós fomos para Salem de carro, mas você também pode optar por ir de trem, que sai da North Station de Boston e leva 30 minutos até a cidade vizinha.

Ah, a cidade também tem uma trilha vermelha pintada no chão, para levar os visitantes de um ponto turístico para o outro (como a Freedom Trail em Boston!). Mas, eu decidi ver por mim mesma e fiz um mapinha – coloquei abaixo, caso queiram usar também! Este foi o caminho que fizemos, com outras paradas não programadas pelo caminho, que descrevi neste post!

roteiro salem

Eu amei Salem, amei ter ido no Outono – achei que as folhas amareladas deram um charme extra às fotos. Gostaram desse post com o que fazer em Salem, a cidade das bruxas?

Compartilhe