Clean Beauty: Você sabe o que é e quais seus beneficios?

O que é Clean Beauty?

Clean Beauty é o um termo novo, que foi associado ao movimento crescente na indústria de cosméticos que busca trazer transparência às informações dos ingredientes, além de restringir o uso de todo e qualquer ativo que possa ser danoso à nossa saúde.

SIgnifica é beleza limpa. É aquele produto que não se classifica num selo de natural com 95% de ingredientes de origem natural (explic sobre isso mais pra baixo), mas que ao mesmo tempo não tem ativos suspeitos nas fórmulas. Em geral, marcas que se dizem “clean” evitam o uso principalmente de parabenos, além de sulfatos, silicones, ftalatos e fragrâncias sintéticas, entre outros ativos suspeitos.

É importante ressaltar que, até hoje não existe formalmente nenhum selo ou regulação governamental que diga quais marcas são ou não “limpas”, nem o que elas precisam ter para serem classificadas como tal.

Com essa tendência crescendo e ganhado espaço na indústria da beleza, cada vez mais vemos novidade surgindo para deixar a composição de seus produtos mais naturais, saudáveis ou seguros. Ao meu ver, Clean Beauty é o futuro da indústria cosmética.

Além do Clean Beauty ser preocupado com os ingredientes, o movimento se preocupa também com o consumo consciente: eu preciso desse produto, ou já tenho um com mesmo propósito? Quais ativos compõem esses produtos?

E porque aderir? Aderir ao Clean Beauty é aprofundar no seu autocuidado e sua consciência de consumo, além de conhecer os diversos benefícios à sua saúde.

 

Benefícios Clean Beauty

Principalmente a diminuição, ou até mesmo, o total desaparecimento de alergias na pele ou em outros pontos, queimaduras ou irritações cutâneas. Além disso, a prevenção das doenças que foram ligadas ao uso de parabenos e outros conservantes, que falaremos no tópico a seguir.

 

O que são parabenos?

Parabenos são um tipo de conservantes, muito usado na indústria cosmética com a finalidade de inibir o crescimento de fungos e bactérias nos produtos, e aumentar a validade dos mesmos. Os tipos de parabenos mais usados pela indústria são metilparabeno, propilparabeno, butilparabeno e isobutilparabeno.

Novos estudos

Muitos estudos apareceram recentemenre, apontando os parabenos como associados à diversos problemas de saúde, como alergias, dermatites e outros problemas na pele. A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e a Sociedade Brasileira de Pediatria, consideram os parabenos desreguladores endócrinos, substâncias químicas que podem alterar as funções de hormônios, podendo causar problemas no sistema nervoso central, infertilidade ou até mesmo alguns tipos de câncer, como de mama, útero ou próstata.

A Anvisa

A Anvisa, Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, é um orgão do Ministério da Saúde com intuito de promover a proteção da saúde da população, por intermédio do controle sanitário da produção e consumo de produtos e serviços submetidos à vigilância sanitária.

E é ela que controla e permite até uma certa quantidade de parabeno nas formulações dos produtos presentes no mercado, considerada, até então, segura. O limite estabelecido é o seguinte: concentrações máximas de 0,4% de cada parabeno, assim como um máximo de 0,8% de parabeno total em um produto cosmético de acordo com a resolução feita no âmbito do Mercosul.

 

Produtos que contém parabenos

Basicamente, todos os produtos de beleza que não se encaixam na categoria de Clean Beauty. São eles:

– Para o cabelo: shampoos, condicionadores, máscaras.

– Pro corpo: Desodorante, Protetor solar, lenços umedecidos, creme hidratante, Sabonetes.

– Para o rosto: creme hidratante, Maquiagens (batom, rímel, sombra, base, etc), protetores solares.

– Cremes dentais.

Clean Beauty x Slow Beauty x Green Beauty

Você já ouviu falar de Slow Beauty? E Green Beauty? Que coisa confusa esse monte de nome sobre movimentos de beleza, não é mesmo? Mas eu ajudo aqui, explicando um pouco a diferença entre cada um deles.

É importante ressaltar que nem todos os ativos usados em produtos de Clean Beauty são veganos, naturais, orgânicos ou cruelty free, apesar da grande maioria das marcas de Clean beauty quererem entregar os produtos mais “limpos” possível.

Green Beauty já é o movimento em que usa apenas  ingredientes de origem natural, extraídos da natureza, sem qualquer adição de sintéticos. IMPORTANTE:  ingredientes de origem natural não são, necessariamente, atóxicos. Particularmente, acho perigoso por não ter uma regulação específica para o setor (como a Anvisa, que falei acima). Ou seja, muitos produtos Green Beauty podem ser realmente 100% naturais, mas alguns de seus ingredientes podem causar algum tipo de prejuízo à saúde.

Slow Beauty tem proposta é mais conceitual, e pega mais na forma como vemos e consumimos os produtos de beleza. O foco é na sustentabilidade, respeito aos animais, consumo consciente, beleza real e saúde integral. Aqui grandes marcas não tem muita vez, e o pequeno empreendedor é quem entrega melhor os produtos para adeptos do Slow Beauty.

 

Como as marcas de Clean Beauty se diferenciam entre elas?

Os cosméticos conscientes estão em alta. O termo Clean Beauty, ou Beauty clean, também.

São aqueles produtos que podem ser Cruelty Free, Veganos, Naturais, e/ou Orgânicos.  Cada um dos conceito citados anteriormente, significa uma coisa. Uma marca vegana não necessariamente é cruelty free; as que são cruelty free não significa ser sustentável. E como saber o que cada uma é?

Analisando os selos de certificação que ela tem, já que para ter tais selos, é preciso provar a veracidade da afirmação em questão.

Abaixo, explico um pouco sobre o que é ser cada um desses termos, e também coloquei os selos mais famosos encontrados nas marcas de cosméticos:

clean beauty

O que significa ser uma marca Cruelty Free?

Os produtos cruelty free são os que garantem que todos os ingredientes, assim como o produto final não foram testados em animais. Os selos mais famosos são a americana Cruelty Free, a britânica Leaping Bunny e da australiana Not Tested on Animals.

 

O que significa ser uma marca Vegana?

Uma marca vegana garante que o produto é livre de matérias-primas de origem animal – que inclui substâncias produzidas por eles, como o leite e o mel. As mais conhecidas são Vegan (do PETA), Certified Vegan (da americana Vegan Action), a britânica Vegan Society e o brasileiro Vegano.

Apesar de todo produto vegano ser cruelty-free, o contrário não é verdadeiro, pois pode haver matéria-prima de origem animal em sua composição.

 

O que significa ser uma marca Natural?

Os cosméticos naturais são os que não tem na composições substâncias como derivados de petróleo, silicone, parabeno, entre outros. São produtos com, no mínimo, 95% de ingredientes naturais, e o resto da porcentagem deve ser orgânico. E o que são considerados ingredientes naturais? Substâncias de origem vegetal, animal (exceto vertebrados), água e sais minerais e suas misturas.

 

O que significa ser uma marca Orgânica?

De acordo com a IBD (Instituto Biodinâmico de Desenvolvimento Rural), organização brasileira responsável por certificar produtos orgânicos e biodinâmicos, entram nessa categoria cosméticos que tenham no mínimo 95% de matérias-primas autenticadas como orgânicas e o resto da composição ser água e outras matérias-primas naturais. Alguns selos são o da IBD, o  ECOCERT e o NATRUE, e o USDA Organic.

 

Quais são as marcas de Clean Beauty? 

Hoje em dia, está cada vez mais fácil encontrar marcas e produtos que trabalham com base no conceito Clean Beauty. Inclusive, as marcas maiores já começaram a desenvolver produtos Clean também. Como disse acima, acredito que será o futuro do mercado de beleza.

Mas, vou destacar aqui abaixo marcas que tem o conceito de Clean beauty mais intrinseco nelas, que se preocupam desde sempre com a beleza limpa e tem todos os seus produtos encaixados no conceito.

 

Marcas brasileiras: 
Care Natural Beauty

Foi justamente uma questão de saúde que inspirou o lançamento da Care Natural Beauty, quando em 2017, Luciana Vieira, uma das sócias, precisou passar por uma quimioterapia e durante o tratamento foi proibida pelos médicos de usar cosméticos convencionais. Ela entrou em contato com formulações naturais e, um ano depois, ao lado da sócia Patrícia, criou a Care. A marca oferece maquiagens e itens de skincare que juntam tecnologia a ingredientes naturais e orgânicos e podem ser usados inclusive por pacientes de câncer. A marca teve um treinamento da Sephora no mesmo ano do lançamento e hoje já tem quase 30 produtos no portfólio, muitos deles com propostas inovadoras no mercado que vai além de makes naturais.

AH! E temos um cupom de desconto Care Natura Beauty exclusivo para quem é membro do grupo ou leitora do site do Mamis na Madrugada. Nosso cupom de desconto na Care NB é MAMIS garante 12% de desconto na sua compra pelo site da marca!

Clean Beauty

 

Simple Organic

A Simple Organic é uma marca brasileira lançada em 2017 pela Patricia, uma publicitária que, depois da maternidade, quis se reinventar, e produzir algo que ainda não encontrava no Brasil: produtos com fórmulas com matéria-prima orgânica, vegana, natural, cruelty free e sem gênero. Todo o propósito da marca, descrição de valores é totalmente alinhada com o conceito de clean beauty.

A marca tem diversos selos, entre eles o do PeTa. Hoje vende online, mas também já tem 25 lojas, além também estar presente grandes farmácias. A marca começou esse mês a vender também nos Estados Unidos, via e-commerce.

GE Beauty

A marca da empreendedora e influenciadora Camila Coutinho tem uma proposta super legal, com uma linha de hair care completamente customizável. Dessa forma, você consegue personalizar seus cuidados com o cabelo de acordo com sua necessidade. O mais legal é que a marca é limpa, ou seja, Cruelty free, vegano, com ingredientes naturais e embalagens recicláveis.

Outra coisa legal da marca é que os produtos não são muito caros. Tenho usado muitos produtos da marca no meu dia a dia, e contei sobre alguns deles, como o Booster de Definição e o Booster de Hidratação, nesses posts – só clicar no link.

Souvie

Taí uma marca que conheci depois que comecei a pensar em Clean Beauty para escolhas de produtos que uso. Agora, já no terceiro trimestre da gestação, fui atrás de um creme para pés e pernas cansadas, e entre as opções do mercado, encontrei uma que tivesse um produto Clean. E assim, escolhi testar o da Souvie, uma marca que não conhecia. Ainda não chegou para eu contar se gostei, mas achei que valia o espaço no post, já que a marca oferece linhas específicas para gestantes, bebês e crianças.

Eles têm controle das fórmulas desde os ingredientes. Todos os hidrolatos e óleos essenciais vêm da fazenda própria deles, a Fazenda São Benedito, no interior de São Paulo. Lá plantam, cultivam, colhem e destilam a própria Lavanda, Camomila, Capim-Limão, Gerânio, Alecrim e Manjericão. Toda a fazenda é certificada pela IBD e reconhecida pela Ecocert. E mais, eles tem fábrica própria, o que implica em total controle no processo, sem risco de contaminação cruzada. Além disso, toda estrutura foi feita para poupar o máximo de recursos naturais: as luzes raramente são acesas e fazem reuso da água.

Sallve

A Sallve, marca criada pela guru de beleza, Julia Petit, tmbém faz parte dessa lista de produtos de beleza limpa. Eles são veganos, e os produtos não são testados em animais (a marca tem o selo do PETA, maior ONG do mundo dedicada a proteção dos animais), além de todas as embalagens serem recicláveis.

 

Natthus

A Natthus é nossa anunciante querida do Empório Mamis, e uma marca super legal e com uma história incrível que vou apresentar pra vocês. Ela foi fundada pela Dani, depois que ela passou por um processo de câncer de mamas.

A empresa surgiu em busca de desenvolver e trabalhar com dermocosméticos veganos e mais naturais. Eles trabalham com produtos para cabelos, para o corpo, para a casa (as velas perfumadas são uma delícia!), linha infantil e masculina. Todos os produtos vendidos pela Natthus são cruelty free, veganos e com preço acessível.

Eles revendem a marca Natuflora, que tem uma gama legal de shampoos. Eu já testei o Shampoo  Vitalizante deles e achei excelente, principalmente para quem tem cabelos oleosos. A resenha completa está no link.

Up2You

A Up2You é uma marca criada pela Adriana Godinho, e tem uma história parecida com a da Care Natural Beauty. A Adriana passou por um cancer e resolveu mergulhar de cabeça no universo feminino, com a missão de criar uma marca de cosméticos mais saudáveis, que respeitassem a saúde e com valores que a representasse.

Todos os produtos são veganos e cruelty free, e a marca tem o selo PeTa.  As embalagens dos produtos são recicláveis e livres de BPA.  A marca tem o selo “Eu reciclo” e também o o selo de P-Life, que comprova que a embalagem tem um composto que reduz o tempo da decomposição do plástico no meio ambiente. Também são uma empresa carbono neutro certificada pela Carbonext.

Eu amo a proteina Mara da marca (já falei desse produto nesse post), mas depois de pesquisar mais para esse post, já quero usar mais produtos deles.

Nem Só de Blush

A Nem só de Blush! Beauty é uma marca vegana, cruelty-free criada pela Sofia Clementino,  maquiadora profissional de BH. O objetivo dela com a marca é trazer nas fórmulas e embalagens o melhor e mais moderno do mundo dos cosméticos para os nossos clientes, baseada no conceito de clean beauty. O grande diferencial dos produtos da NSDB é que eles são todos cremosos – o blush, contorno, iluminador e as sombras, todas elas cremosas e que prometem uma secagem rápida, esfumação fácil e longa duração.

Marcas internacionais:
Elaluz

Criar uma marca com ingredientes limpos e bons era o objetivo número um da Camila Coelho, influenciadora por trás da Elaluz, uma marca desenvolvida nos Estados Unidos pela brasileira. O foco sempre foi oferecer produtos eficazes com ingredientes poderosos, todos livres de parabenos, sulfatos, ftalatos, PEGs, TEA, DEA, OGMs e fragrâncias artificiais. Eles também são livres de crueldade, sem glúten e veganos, e vêm em embalagens sustentáveis.

clean beauty

Drunk Elephant

O que começou pequeno, certamente não é mais. A marca, que nasceu nos Estados Unidos, com a proposta de clean beauty, foi comprada pelo grupo Shiseido em 2019  por US$ 845 milhões. A Drunk elephant é uma das maiores referências em clean beauty do mundo, e foi fundada pela Tiffany Masterson, uma dona de casa e mãe de quatro filhos em 2012.

Ela fez uma pesquisa individual sobre os ingredientes presentes nos cométicos e os efeitos que eles tinham na pele, e listou 6 itens que estavam diretamente relacionados com os problemas que ela encontrava nos produtos do mercado. Foi assim que ela começou a marca, sem esses chamados Suspicious 6 (óleos essenciais, álcoois secantes, silicones, protetores solares químicos, fragrâncias / corantes e lauril sulfato de sódio).

Tem um post completo onde contamos sobre a chegada da Drunk Elephant no Brasil, clica pra ler.

Biossance

Pioneira no movimento de beleza sustentável, a Biossance produz produtos de clean beauty que atendem às necessidades de todos os tipos de pele. A marca se posiciona principalmente com a sua responsabilidade na origem das matérias primas, todas elas “poderosas e confiáveis”.

A marca ainda  garante ser livre de mais de 2.000 ingredientes tóxicos, cuidando da pele do consumidor ao mesmo tempo que contribui positivamente para a saúde do planeta. Todos os produtos tem embalagens recicláveis, são cruelty free, e durante sua produção não ocorre nenhum tipo de desmatamento, e o consumo de água é baixo.

Clinique

Fiquei muito pensativa em colocar a Clinique aqui nessa lista. E explico o porque. A Clinique vende seus produtos em países que obrigam o teste em animais antes da venda para o público final, como na China. Mas, achei que ela valia estar na lista, porque ela se posiciona contra isso em seu site:

“A Clinique não faz testes em animais. Não temos nenhum tipo de instalação para realizar testes em animais e nunca pedimos que outros o façam por nós. Enquanto alguns governos realizam testes em animais para comprovar a segurança dos produtos antes de nos permitir vendê-los, a Clinique nunca testou em animais e continua a ser líder no movimento para acabar com esse tipo de teste globalmente.” – Tem o posicionamento completo da marca aqui.

Então, os produtos da Clinique no Brasil, Estados Unidos e Europa, por exemplo, são cruelty free. Além disso, todos os produtos Clinique hoje estão livres de parabenos, ftalatos e fragrâncias. Eles são cuidadosamente avaliados por um conjunto completo de testes para ajudar a garantir a segurança da sua pele. Suas embalagens são sustentáveis e eles estão comprometidos em reduzir o consumo de carbono também.E vocês sabiam que eles tem aquele programa parecido com o da MAC (o Back 2MAC), chamado Back 2 Clinique? Levando 4 embalagens de produtos clinique vazios, você ganha um batom.

Quem acompanha o site do Mamis sabe que eu amo os produtos da marca, e ia ser bem difícil abrir mão deles numa escolha por uma rotina de clean beauty. Aqui tem alguns dos produtos deles que eu amo e já falei.

 

O mercado de beleza reagindo ao Clean Beauty

De acordo com uma pesquisa da NPD, dentro do mercado de marcas de luxo de beleza, grifes de skincare que se apresentam como “naturais” cresceram 14% entre 2018 e 2019, enquanto marcas “limpas” pularam 39% no mesmo período.

As marcas tradicionais vem passando por grandes transformações, mobilizando  produção a uma nova realidade. Marcas como a Adcos já vem se adaptando para oferecer produtos Clean Beauty para seus consumidores, por exemplo. E imagino que outras tantas seguirão também esses passos.

Se alguéem tem alguma dúvida que clean beauty funciona…  Uma projeção feita pela consultoria Statista, até 2024, o mercado global de clean beauty deve alcançar os US$ 22 bilhões.

 

Compartilhe